Seção de atalhos e links de acessibilidade

Seção do menu principal

Geral

Funasa e AMM realizam estudo geofísico para perfuração de poços em Tangará da Serra

Terça-feira, 22 de Junho de 2021

Atendendo a pedido do prefeito municipal, Vander Masson, e do diretor do Samae, Heliton Luiz de Oliveira, a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), por meio da Superintendência Estadual da Funasa em Mato Grosso (Suest/MT), em parceria a Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM), realiza esta semana estudos geofísicos utilizando a injeção de corrente elétrica no solo para medir as diferenças de potenciais elétricos, através da resistividade.

O objetivo é contribuir na identificação de locais mais adequados para perfuração de poços artesianos no Município. Os técnicos fazem análise em vários bairros de Tangará da Serra, dentre eles o Residencial Valência, a Vila Alta 3, Porto Seguro (região do São Luiz), Alto da Boa Vista e Jardim Santa Izabel.

Para realizar a sondagem de águas subterrâneas, a equipe utiliza o resistivímetro Syscal PRO Switch, importado da França, ao custo de R$ 700 mil. Análises prévias feitas no Residencial Valência e na Vila Alta 3 apresentaram resultados satisfatórios.

De acordo com o geólogo da AMM, Ricardo Côrtes, o aparelho simplifica o estudo do solo. "O resistivímetro é um aparelho geofísico utilizado em diversas áreas de estudo e vem auxiliando na identificação de locais para perfuração de poços tubulares. Ele dá uma resolução maior, então gasta menos tempo em campo, economizando recursos e mão-de-obra. Com esse equipamento, a gente diminui a chance de erro", disse.

O diretor do Samae, Heliton Oliveira, explica que após feito o estudo, todas as informações são repassadas para o Samae, que poderá ter mais segurança no momento de perfurar poços artesianos no Município. Segundo ele, a gestão municipal tem trabalhado para buscar alternativas afim de minimizar os efeitos da seca deste ano, anunciada pelo Governo Federal como a maior dos últimos 11 anos na região centro-sul do Brasil.

Em edital publicado no site do Samae, a autarquia abriu processo licitatório para contratação de empresa especializada para a perfuração de poços com revestimento geomecânico, teste de vazão e dimensionamento da bomba e equipamentos. A licitação ocorrerá no dia 1º de julho.

Alexandre Rolim/Assessoria de Comunicação